NHOQUE DE BANANA.

Ingredientes:
Massa:
20 bananas verdes não aclimatizada cozidas e sem casca.
2 colheres de (sopa) de farinha de casca de maçã.
½ xícara de (chá) de queijo tipo pecorino ralado fino.
1 maço de rúcula cozida e sanitizada.
1 colher de (sopa) de sal marinho.
Molho:
1 colher de (café) de páprica picante.
½ colher de (sopa) de mostarda em pó.
1 colher de (café) de páprica doce.
1 colher de (sopa) de molho inglês.
2 colheres de (sopa) de água.
1 litro de creme de leite fresco.
Sal à gosto.
Carne:
1 quilo de filé mignon em tiras finas.
2 cebolas tamanho médio em cubos pequenos.
2 colheres de (sopa) de óleo de canola.
3 colheres de (sopa) de vodka.
5 dentes de alho amassados.
Sal à gosto.

Modo de fazer.
Massa:
Cozinhe as bananas em panela de pressão até pegar pressão, deixe por mais oito minutos e deixe sair a pressão. Abra a panela e retire as cascas, separando as polpas. Processe em seguida. Adicione ao processo a rúcula, o sal e o queijo. Retire e deixe esfriar. Modele a massa utilizando a farinha aos poucos. Em uma bancada ou pedra devidamente higienizada, manipule a massa até obter consistência de nhoque. Faça o modelo de nhoque tradicional. Cozinhe as bolinhas em água fervente com 1 colher de (café) de sal e 1 colher de (sopa) de óleo de canola. Ao subirem, retire e resfrie ou sirva logo em seguida com o molho.
Molho:
Misture os ingredientes e deixe ferver até obter 74º C e em fogo brando deixe reduzir por 10-15 minutos. Resfrie imediatamente até que a temperatura alcance o ponto crítico de segurança alimentar. Salteie a cebola e em seguida o alho no óleo de canola e depois coloque a carne, adicionando o sal. Utilize uma frigideira de cerâmica, preferencialmente que não libere resíduos tóxicos, que possua uma camada anti-aderente não porosa e que não libere substâncias prejudiciais ao meio ambiente, não utilize material tefal. Flambe com a vodka. Misture ao molho e sirva sobre a massa.